Total de visitas: 47598
 
E tu? Sabes o que são os 3R

A Política dos 3 R’s

Os resíduos urbanos e industriais que acabam em lixeiras, sem o devido tratamento, prejudicam e contaminam gravemente o ambiente. Cada um de nós produz, em média, 1 kg de lixo por dia, que não é biodegradável, o que se traduz num grave problema ecológico e social.

A Política dos 3 R’s tem como principal objectivo sensibilizar as pessoas para uma correcta gestão dos resíduos urbanos e industriais.

O tratamento do lixo é baseado numa atitude protectora e economizadora daquilo que a natureza tem para nos oferecer. As soluções para tal procedimento passam por reduzir o consumo de produtos supérfluos, dar uso a coisas já utilizadas e promover a reciclagem dos restantes resíduos que não podemos aproveitar.

Esta política ecológica e sustentável foi aprovada em 1992, por ocasião da Conferência da Terra realizada no Rio de Janeiro bem como no 5º Programa Europeu para o Ambiente e Desenvolvimento em 1993. Desde então faz parte da vida de cada um de nós.

 

Logótipo 3 R's

 

A política dos 3 R’s tem como base os seguintes princípios:

 

1ºR:GReduzir
Devemos ser responsáveis e adoptar medidas internas para reduzir a quantidade de resíduos que são diariamente produzidos.
àComo?
- Reduzir a quantidade de embalagens que compramos todos os dias;
- Optar por produtos amigos do ambiente, em detrimento dos produtos consideradosGperigosos;
-jProlongar o ciclo de vida dos produtos;
- Utilizar produtos que substituam as tradicionais embalagens plásticas.

 

2ºR:GReutilizar
Depois de usados, os resíduos podem ser novamente utilizados. A reutilização minimiza a poluição e valoriza o reagente que ao ser reaproveitado impede a compra de um outro.
àComo?
- Utilizar diversas vezes e de diferentes formas o mesmo produto / embalagem;
- Manter os bens duráveis;

 

3ºR:GReciclar
Ao reciclar estamos a transformar algo velho em novo. Os materiais que não podem ser reutilizados ganham uma nova vida, ao mesmo tempo que reduzimos os resíduos, poupamos energia e os recursos naturais.
àComo?
- Comprar produtos que resultam de materiais reciclados e com embalagens recicláveis;
- Depositar os resíduos nos equipamentos adequados para reciclagem;

 

àEsta política é válida para todo o tipo de resíduos/efluentes: sólidos, líquidos e gasosos.

 

REDUZIR

A primeira regra a ter em conta é a Redução da quantidade de lixo produzido. Os consumidores devem adoptar comportamentos verdes, adquirindo materiais resistentes, que apresentem um maior tempo de vida útil, rejeitando tudo o que for de usar uma vez só. Devem preferir, por exemplo, toalhas e guardanapos de pano, em vez de papel, evitar comprar rolos de alumínio e de plástico, evitar o uso de loiça de papel ou de plástico, espalmar as embalagens de forma a conseguir-se uma redução significativa do volume de resíduos e escolher as embalagens para as quais exista um circuito organizado de reciclagem. As empresas, por sua vez, devem produzir menos resíduos, fabricando embalagens de menores dimensões, com menores gastos de energia e de recursos naturais.

 

REUTILIZAR

O segundo “R”provém de Reutilização e significa utilizar mais do que uma vez um determinado produto sem que este sofra qualquer tipo de alteração ou processamento complexo (apenas limpeza) e independentemente do facto de se lhe atribuir a mesma função ou não. Todos nós de uma forma mais ou menos consciente já tivemos comportamentos amigos do ambiente, nomeadamente no diferente uso que damos a certos materiais. Com um pouco de imaginação e criatividade podemos reutilizar materiais, dando-lhes outra funcionalidade. Uma simples lata de rebuçados pode ser aproveitada para colocar canetas, material de costura ou para decoração. As garrafas vazias de vidro ou plástico podem ser utilizadas para armazenar outras bebidas, as embalagens podem ser aproveitadas para outros fins, os electrodomésticos, os móveis, os brinquedos podem ser doados a pessoas carenciadas ou vendidos como objectos usados e as revistas, os jornais e os livros podem ser entregues em escolas, instituições, bibliotecas, centros de convívio e hospitais.

 

 

 

RECICLAR

O último “R” é provavelmente o mais conhecido, trata-se pois da reciclagem, um processo de transformação dos resíduos em matérias-primas que irão constituir os novos produtos. Na verdade, não dá para "reciclarmos", propriamente, resíduos em casa ou no trabalho (excepto papel). A reciclagem é um processo industrial que demanda equipamentos e técnicas especiais. Podemos, sim, separar diversos materiais e encaminhá-los alternativamente. Materiais como o papel, o plástico, o metal, a borracha, o vidro e a madeira, que já não satisfaçam as necessidades do seu possuidor devem ser separados selectivamente e colocados nos respectivos ecopontos. Existem variados tipos de ecopontos: o Amarelo para embalagens de plástico e metal; o Verde para vidro; o Azul para embalagens de papel e cartão e também jornais, revistas e papel de escrita; o Vermelho ou Pilhão para serem colocadas pilhas usadas; o Ponto Electrão para electrodomésticos de pequenas dimensões e aparelhos electrónicos considerados inúteis; o Oleão para a colocação dos óleos domésticos usados. Os materiais nestes colocados irão sofrer transformações físicas e químicas que os transformarão em matéria-prima, entrando no circuito da reciclagem e dando origem a novos objectos que seriam descartados como lixo.

 

Os 3 R’s: que relações estabelecer?

Sendo o símbolo dos 3 R’s, um sistema de 3 setas, facilmente se percebe que existe uma forte relação entre os 3 conceitos: Reduzir, Reutilizar e Reciclar - por esta ordem de prioridades de actuação.

Reduzir é o primeiro porque se todos reduzíssemos o máximo possível, o problema da gestão de recursos estaria resolvido por completo; por outras palavras, esta atitude é a mais eficiente das 3. Nesta ordem de ideias, também a necessidade de se reutilizar e reciclar deve ser reduzida, já que ambos são menos eficientes na gestão de recursos. É imprescindível reduzir, tanto quanto for possível fazê-lo. Já Reutilizar é o “R” de segunda ordem, que através dos exemplos descritos acima, facilmente se verifica que é também uma forma de Reduzir. Devemos evitar reutilizar tudo o que nos for possível reduzir. A reutilização é uma forma de tornar aquilo que não foi reduzido menos agressivo para o ambiente. Em última instância devemos Reciclar. Não foi possível reduzir, não foi possível reutilizar ou não é possível reutilizar mais, recicla! Reciclar é como uma terceira tentativa de Redução de um produto. É também, um meio para a ocorrência de reutilização, mas nesse caso, da matéria-prima e não do produto em si. Ao se reciclar uma lata estamos a transformá-la em matéria-prima e a reutilizá-la, reduzindo o consumo de mais material. Reciclar é o processo mais sacrificante de todos e não depende de uma só pessoa. Implica a existência de toda uma estrutura, bem como do gasto de energia.

Como podes ver, a redução está acima de tudo, por isso, deves reduzir. Principalmente as coisas que não são recicláveis, já que esse é o último recurso.

 

 

 

 

 

Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net